domingo, 16 de dezembro de 2007

Gibran Kahlil Gibran - O Amor




Doem seus corações, mas não para que os outros guardem. Pois só a mão da vida pode
conter seus corações. E fiquem juntos, mas não perto demais; pois os pilares do templo se
erguem afastados, e o carvalho e o cipreste não crescem fazendo sombra um ao outro.


(Gibran Khalil Gibran)

Um comentário:

Pr. Eri Soares disse...

estava a um tempão tentando encontrar esse poema do Gibran, gostaria de saber se vc tem ele completo.Ah! Sou um pastor evangélico de Pernambuco, escrevo crônicas dá uma olhada no meu blog prerisoares.blogspot.com Gosto ler o Rubem Alves, Kierkegard, entre outros, bem se vc tiver dá um jeito de me mandar... é que gostaria de poder ler pra minha noiva..Abraços...